+55 (31) 4141-7429

Fuja das Armadilhas no Contrato da Telefonia

VocêGestor > Blog > Redução de Custos > Fuja das Armadilhas no Contrato da Telefonia
Fuja das Armadilhas no Contrato da Telefonia corporativa

Fuja das armadilhas no contrato da telefonia e evite perdas no caixa de sua empresa para os próximos meses.

As dúvidas já aparecem antes de assinar o contrato

Anualmente o gestor da telefonia corporativa tem a difícil tarefa de renovar o seu contrato de telefonia. O gestor é bombardeado não apenas por propostas, mas também ligações e visitas.

Na maioria dos casos o gestor continua sem resposta para algumas perguntas:

  • Qual o melhor plano?
  • Mudar de operadora vai resolver?
  • O que fazer para tentar baixar os custos com telefonia para os próximos meses?

Fuja das Armadilhas no Contrato da Telefonia – O que fazer?

1. Vá com calma

Antes de mais nada, você precisa planejar suas aquisições.

Sua empresa não ficará sem falar ao telefone, nem você ser punido se utilizar o tempo ao seu favor.

Ademais as operadoras se utilizam de artifícios, pois não apenas tentam despertar o seu senso de urgência, como também usam o senso de perda de alguma promoção imperdível.

Faça tudo com calma, pois consultores de vendas sempre trarão novas ofertas. Elas não acabam nunca!

2. Conheça o perfil de consumo

Certamente você precisará de uma solução de gestão de custos para analisar o seu consumo e te dar informações precisas, por exemplo:

  • O seu perfil de contas mensais e anuais em sua empresa;
  • Perfil de uso de cada funcionário;
  • Consumo e tráfego de uso de serviços de cada centros de custos e departamentos.

3. Saiba o quanto você realmente precisa

As Teles e seus credenciados não vão brincar de vender, pois certamente explorarão a sensação de segurança superdimensionando o seu plano.

Sabe aquele “receio” que você tem de algum usuário ficar seu internet no seu dispositivo por pouca franquia de internet? Pois é isto que as Teles exploram. Analogamente é como entupir seu carrinho de compra com papel higiênico nos tempos de pandemia.

Antes de mais nada, a sua segurança em contratar está o que você sabe que precisa, e não no que querem te vender.

  • Quais linhas precisam de “somente voz” para ligações intragrupo, local e longa distância?
  • Número de linhas ativas você precisa realmente em sua planta de telefonia?
  • Relação de linhas que realmente necessitam de internet móvel?
  • Qual a quantidade de dados que cada linha realmente necessita?
  • O negócio da minha empresa demanda que eu tenha linhas de backup/estoque quer para nova ativação, quer para reposição imediata?

4. Suas tarifas tem que estar na média do mercado

Por conseguinte, você precisa saber ser as tarifas oferecidas na proposta da prestadora estão dentro das práticas do praticado no mercado:

  • Ligações Locais e Longa distância.
  • Tarifa Excedentes.
  • Assinaturas e Pacotes.
  • SMS.
  • Franquia Compartilhada.
  • Roaming internacional.

5. Cuidado com as promessas de descontos

Os descontos que deveriam ser um aliado são surpreendemente um artifício utilizado afim de embaçar a sua visibilidade dos custos. Literalmente servem para confundir o gestor. 

Sabe aquele papo Cerca Lourenço: “Olha, as assinaturas vão custar x, mas não só estamos te dando um desconto promocional de 24 meses, bem como esses aparelhos…”.

Fique atento aos termos:

  • Desconto Trade-in (aceitável em alguns casos).
  • Desconto promocional.
  • Crédito de conta.
  • Minuto presumido.
  • Tarifa percebida.
  • Verba de marketing.
  • E o preferido de todas as prestadoras: Inserir mais linhas na conta do que você precisa aplicando descontos promocionais que te amarram por 24 meses.

6. Cerque todos os serviços e tarifas

Por mais que seja trabalhoso, lembre-se de incluir tudo na RFP, por exemplo: Assinatura básica, assinatura do pacote de internet móvel, ligações locais, ligações longa distância, uso do roaming nacional, uso de roaming internacional, SMS, dados avulso, MMS e a franquia compartilhada.

7. Contrato com aparelhos

Acima de tudo, sempre alertamos para esta questão: Cuidado para não amarrar aparelhos ao contrato e não ficar refém.

Mude a cultura brasileira, a fim de melhores tarifas ao invés de aparelhos.

8. Veja mensalmente se o contrato está sendo cumprido

Faça auditoria de faturas já na primeira conta e descubra se a cobrança está de acordo com o contrato. Identifique os erros e faça uma contestação, pois custará menos do que aplicar ações administrativas e judiciais.

Erros de cobranças nas faturas não tratados são verdadeiras bolas de neve para os próximos meses!

Antes de embarcar num contrato de telefonia planeje suas aquisições.

2 thoughts on “Fuja das Armadilhas no Contrato da Telefonia

  1. Nao concordo com a generalização do assunto, pois sou agente credenciado de uma operadora móvel, e também, muitas vezes somos vitimas delas, com questão ao assunto abordado acima, devemos ponderar que os agentes credenciados trabalham com pressão e a coação das operadoras para atingirem metas, caso contrario perdem credenciamento, nossa empresa sempre trabalhou para conquistar clientes e somos transparentes quanto a venda dos nossos serviços oferecendo realmente uma redução de custo e vendendo somente o que o cliente necessita, portanto não acho que o site deva tomar um partido populacionista para atrair as pessoas a navegarem nele e sim ser ponderado e racional, mostrando imparcialidade nos assuntos, obrigado
    Cesar Medeiros

    1. Olá César Medeiros. Agradecemos por seus comentários e ponderações.
      O VocêGestor se posicionará sempre ao lado do consumidor, para instrumentalizá-lo em todo o processo de gestão de custos, desde a RFP até a contestação. Estamos conscientes das dificuldades encontradas pelos parceiros das operadoras, até porque nossa ferramenta é utilizada por vários deles no ajustes de contas e correções de estrutura nas faturas de seus clientes, causadas por inputs errados das operadoras.
      O lado sombrio dessa força Jedi do mercado de telecom é que: enquanto houver contrato de 24 meses, multa contratual e ARPU elevado das linhas (assinaturas e franquias que corresponda a 80% do valor da fatura para garantia de receita), nunca haverá paz na galáxia e nem para a república. Em que as operadoras se diferem umas das outras na opção da diferenciação estratégica? Em nada.
      Pelo que você escreveu no comentário, acreditamos que seu AACE não pratica “pedaladas” para aumentar/atingir o GROSS, portanto esse post não se aplica ao seu AACE.
      Abraço, Equipe VocêGestor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes

Categorias

VocêGestor

O VocêGestor traz clareza e simplicidade a ambientes complexos da telefonia, gerando redução de custos, controle de gastos e valor de faturas estáveis.

Endereço

Rua Conselheiro Lafaiete - Nº 1839 - Sala 24 - Sagrada Família
Belo Horizonte / MG.
Telefone: (31) 4141-7429