+55 (31) 4141-7429

Saldo Residual de Parcelamento de Aparelhos

VocêGestor > Blog > Gestão de Telefonia > Saldo Residual de Parcelamento de Aparelhos
saldo residual de parcelamento de aparelhos e acessórios existentes nas fatura de telecom

Praticada há muito tempo, a venda de aparelhos / acessórios casada aos planos corporativos são amplamente ofertadas pelas operadoras. Mas o que a compra de aparelhos amarrados no plano de telefonia tem a ver com o Saldo Residual de Parcelamento de Aparelho?

Muita coisa! Afinal quando o assunto é gestão de custos de telecom, nada é tão simples quanto parece!

Ademais, nossa sugestão sempre será para que você compre avulso seus aparelhos no varejo e nunca amarrado ao plano corporativo.

A fim de evitar problemas futuros e recorrentes é indispensável a atenção não apenas no seu processo de aquisição de serviços de telecom, como também na hora de assinar o contrato.

Por que o Saldo Residual de Parcelamento de Aparelhos apareceu na minha conta?

O Saldo residual de aparelhos pode ocorrer como resultado de algumas ações tomadas pela sua empresa durante a vigência do contrato.

1. Cancelamento Inadvertido

Cancelamento inadvertido e inconsequente de linhas atreladas a compra de aparelhos parcelados, cujo o prazo estejam dentro da fidelização (12 ou 24) meses.

Só para exemplificar, construirmos um caso hipotético bem simples para facilitar o entendimento.

a) Sua empresa contratou 100 linhas com Plano Smart Empresas 2GB e 100 aparelhos no valor de R$ 500,00 cada, divididos em 12 parcelas.  Logo, você tem no início do contrato um total de R$ 50.000,00 a pagar pelos aparelhos/dispositivos.

b) Suponhamos que no 6º mês do contrato, por algum motivo, você resolve fazer o cancelamento do contato com a Vivo. Portanto, no próximo vencimento da fatura serão apresentados os seguintes eventos:

b.1) Multa pelo cancelamento do contrato por causa da fidelização do plano Smart Empresas.

b.2) Valor de Saldo Residual de R$ 25.000.00 a pagar no próximo vencimento.  Para piorar, ainda pode haver uma multa sobre o saldo residual.

2. Agrupamento de faturas e CNPJs

Não são poucos os casos de Grandes Empresas que optam por fazer o contrato com Vivo por CNPJ / Filiais de forma independente sem ser da maneira “Guarda Chuva”.  Em alguns casos, isto pode ocorrer para facilitar a geração de ordem de compras e faturamento de forma segmentada.  Cada corporação tem seus critérios.

Entretanto algumas destas empresas optam por realizar o agrupamento de faturas num único CNPJ em virtude de mudanças internas.

A pedido do cliente, a operadora acaba tendo que concentrar suas faturas num único CNPJ no sistema de cobrança. É ai que mora o perigo, pois neste caso, pode haver uma falha na operadora na hora de concentrar os diversos planos, linhas e parcelas de aparelhos numa fatura ou CNPJ.

Isto acaba incorrendo não apenas na geração indevida do Saldo Residual no último vencimento da fatura antes do agrupamento, como também em alguns casos na multa por cancelamento do plano.

Faça a auditoria sistematizada do Saldo Residual de Parcelamento de Aparelhos

Saldo Residual de Parcelamento de Aparelhos / Acessórios
studiogstock

Independentemente da razão pela qual o Saldo Residual de Parcelamento de Aparelhos surgiu em suas faturas, ele deve ser auditado.

Da mesma forma, o valor e a quantidade de parcelas pagas e a vencer precisam ser acompanhadas.

Não fique esperando acontecer o pior, conte com serviços especializados que cuidam da sua telefonia desde a aquisição de novos planos, dispositivos, inventário de telecom e auditoria permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes

Categorias

VocêGestor

O VocêGestor traz clareza e simplicidade a ambientes complexos da telefonia, gerando redução de custos, controle de gastos e valor de faturas estáveis.

Endereço

Rua Conselheiro Lafaiete - Nº 1839 - Sala 24 - Sagrada Família
Belo Horizonte / MG.
Telefone: (31) 4141-7429