11 coisas que podemos esperar da guerra Claro x Tim

VocêGestor > Blog > Notícias > 11 coisas que podemos esperar da guerra Claro x Tim

Essa disputa não é de hoje. Há mais de 15 anos elas brigam pela vice liderança do market share de linhas móveis no Brasil.  Confira as 11 coisas que podemos esperar da guerra CLARO x TIM.

A Disputa entre as Teles

A Vivo segue isolada no placar, mas o que pouca gente sabe é que embora tecnicamente empatadas, a Claro e Tim lutam pela vice liderança com foco em modalidades de serviços diferentes.
Fonte: Teleco
O quanto isso representa em telefones móveis (milhões)

  • Vivo = 73,26.
  • Tim = 65.37.
  • Claro = 64,59.
  • Oi = 47.74.

A Tim vem se garantindo no Pré-Pago

market-share-pre-pago
A diferença entre as duas operadoras é definida a partir do desempenho da Tim no mercado de pré-pago (celular de recarga), onde é líder absoluta com quase 52 minhões de linhas móveis, contra 47 milhões de linhas da Claro.

A Claro bate a Tim no Pós-Pago

market-share-pos-pago
Enquanto a Vivo segue como Hera (a rainha do Olimpo), a Claro vai lutando para bater a Tim em quase 3 milhões de linhas móveis. Um fator preponderante para Claro é o sua maior fatia de mercado no plano corporativo em relação á Tim.

11 coisas que podemos esperar da guerra CLARO x TIM

1) A posição de vice líder de mercado será consolidada a partir do desempenho da Claro e Tim no plano pré-pago, LAMENTAVELMENTE.
2) Tarifas no pré-pago continuarão beirando o absurdo, principalmente ligações interurbanas, franquia de uso de internet e chamadas para outras operadoras.
3) O velho canibalismo de clientes da base de linhas móveis.
4) O recorrente e baixo MOU nos planos pré-pagos.
5) O invencível e alto Churn Rate.
6) As Propagandas “Nazistas” (que servem mais como endomarketing para as próprias operadoras) do tipo, “Vem ser Gigante” e “FazerDiferente”. Puro alarde de inconsistência à realidade!
7) Planos superdimensionados (voz e dados), com ofertas casadas e franquias muito além da realidade de uso do consumidor.
8) Critérios subjetivos e de apuração “não-convencionadas”, quanto ao desligamento de linhas inativas e manutenção de linhas ativas.
9) Os insuperáveis erros de cobranças e mau atendimento pós cobrança no PME, sobretudo da Tim.
10) A contínua falta de diferenciação estratégica e inovação entre as Teles. Afinal, mesmo com todo poderio financeiro, não é fácil virar o Titanic .
11) A Anatel mais ao lado das Teles do que do consumidor.

E a Oi?

A Oi segue estável (“ali na gavetinha, na brisa”, Alcides – Meu nome não é Johnny), bem abaixo da crítica e resolvendo seus problemas de recuperação judicial. Desejamos sucesso às pessoas jurídicas recomendadas que poderão exercer a função de administrador judicial desse processo.

  • Pricewaterhouse Coopers Assessoria Empresarial.
  • Deloitte Touche Tohmastu Consultores.
  • Alvarez e Marsal Consultoria Empresarial

Diferenciação e Inovação das Operadoras

inovacao-diferenciacao-claro-tim
Perceba no primeiro gráfico que Tim e Claro sempre estiveram pareadas. O que expressa historicamente pouca capacidade de diferenciação e inovação. Por isso, afirmamos que não é possível esperar nada novo dessa briga.
Para o consumidor, a métrica “quantidade de Market Share” nada significa.


Gestão da Telefonia

Enquanto a guerra Claro x Tim produz seus mortos e feridos, o VocêGestor segue lutando contra a radiotividade dessa guerra nas empresas, com foco sempre na gestão da mobilidade e controle de custos da telefonia corporativa.

Gráficos: Fonte – Teleco.

2 thoughts on “11 coisas que podemos esperar da guerra Claro x Tim

  1. A matéria é antiga, porém o maior problema apresentado pela Claro Empresas é o mesmo: Excedente de Dados.
    A Claro não permite bloqueio de dados e nem gestão através de software, o que dificulta a vida dos empresários…
    A Tim Empresas possui premissa diferente: Se exceder ela reduz a velocidade e só vende pacotes de dados individuais para que não exista sustos na fatura no final do mês.
    (link removido)

    1. Olá Heberth. Agradecemos por sua participação nos comentários.
      A Claro não permite bloqueio de dados e nem controle no gestor online nos novos planos Flat Fee. No antigo Plano Sob Medida era (ou é possível para os contratos vigentes) possível bloquear sim o uso de dados.
      Sobre a TIM vender pacote de dados para excedentes, isso acaba quebrando um pouco o controle de custos do gestor de telecom. Imagina se cada usuário que possui pacote de dados solicitar um adicional pelo próprio aparelho, sem precisar da anuência do gestor da empresa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *